Yama e Niyama

“Sem Yama e Niyama, sádhana (meditação) é uma impossibilidade”
~~ Shrii Shrii Anandamurti

 

Os princípios de moralidade são a base de um sistema de vida apropriado, mas não são o objectivo final. São um instrumento para a criação de uma estrutura mental, para executar práticas de concentração superiores e de meditação. Assim, como uma planta jovem deve ser protegida à medida que cresce, também o novo praticante espiritual, nos seus esforços, deve ser protegido por orientações morais. Em épocas distantes, os gurus exigiam aos discípulos, como primeira prova, a moralidade e o altruísmo, antes de aprofundarem o ensinamento das práticas espirituais.

Para tratar todas as coisas e pessoas de uma forma adequada é requerido um certo controlo sobre as propensões da mente, sendo este objectivo alcançado por Yama – conduta apropriada com os outros – e Nyama – directrizes para os nossos hábitos, por outras palavras Yama é o nosso auto controlo em relação ao ambiente externo e Niyama refere-se ao nosso ambiente interno. Yama é a moralidade social; Niyama é a individual.

YAMA divide-se em 5 partes e a primeira é… AHIM´S´A

“Ahim´s´a significa não ferir ou prejudiar ninguém por pensamento, palavra ou acção. Este termo é mal interpretado por muitos. Alguns supostos sábios, de facto, definem a palavra Ahim´s´a de tal maneira que seria impossível viver, não somente na sociedade, como também em florestas, montanhas e cavernas, se alguém aderisse à sua definição estritamente.

Por essa intrepretação de Ahim´s´a, não só é proibido matar, como também não é permitida a luta para se defender. Ao lavrar a terra pode-se causar a morte de inumeráveis insectos e criaturas do sub-solo, portanto, o uso do arado não seria permitido. Alega-se que aqueles que querem levar uma vida mais religiosa não devem usar eles próprios o arado, mas empregar pessoas de classes inferiores paea fazer este serviço, salvaguardando-se assim o pecado de destruir vidas. Segundo eles, deveria ser derramado açucar no abrigo das formigas, não importando se os seres humanos tenham ou não alimentos; os pobres deveriam deixar que os mosquitos, inimogos natos dos seres humanos, se alimentassem do sangue do seu corpo. esta não é a definição de Ahim´s´a, mas sim uma grande confusão.

É contrária ao verdadeiro Dharma. É contra as verdadeiras leis da axistência. Até mesmo o processo de respirar envolve a morte de inumeráveis micróbios; eles são seres vivos, e para salvá-los seria necessário parar de respirar. A prescrição de medicamentos aos doentes deveria ser suspensa, porque os remédios poderiam causar a destruição de bactérias causadoras de doenças.”

(continua no próximo post)

Fonte: “Um Guia para a Conduta Humana” de Shrii Shrii Anandamurti.

 

 

Anúncios

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s